"MIT: uma fonte de inspiração para a inovação do Brasil", declara Mario Garnero, presidente da Brasilinvest

Fórum das Américas

11 de abr. de 2012

SÃO PAULO , 11 de abril de 2012 /PRNewswire/



Enquanto a presidente do Brasil , Dilma Rousseff , e a presidente do MIT , Susan Hockfield , se encontraram esta semana em Cambridge, MA , "uma nova aliança estratégica pode estar em formação", disse Mario Garnero , Presidente do Brasilinvest, o principal banco comercial do Brasil . Garnero considera a ênfase em ciência e inovação que a presidente Dilma Rousseff enfatizou durante sua visita oficial aos Estados Unidos nesta semana "um marco no discurso político do Brasil em direção a uma sociedade mais intensiva em tecnologia".

Garnero acrescentou que “o Brasil tem muito a aprender com os professores e livros didáticos do MIT – e ainda mais com a forma como o MIT conseguiu ao longo dos anos ser um verdadeiro gerador de tecnologias disruptivas, marcas globais e riqueza”.

O MIT firmou parceria com a Brasilinvest na promoção de conferências sobre as estratégias de desenvolvimento da América Latina . Em sua edição de 2012, realizada em março passado na Sloan School of Business do MIT , Garnero aproveitou para lançar o Projeto “Campinas, Capital Tecnológica dos BRICS”.

Campinas, a cerca de uma hora de carro de São Paulo , abriga alguns dos mais importantes centros de P&D do Brasil , indústrias de conhecimento intensivo e universidades. Foi oficialmente declarado um "Centro Global de Inovação" pelo Relatório de 2001 do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas. "Campinas está no topo do chamado 'Índice de Realização Tecnológica' proposto pelo Prêmio Nobel Amartya Sen", indica Garnero.

Ele próprio um inovador consumado - Garnero é um aclamado pioneiro de biocombustíveis, telefones celulares e computadores no Brasil -, o presidente da Brasilinvest acredita que há um benefício adicional de valor agregado no relacionamento com o MIT . "Não se trata apenas de ciências exatas, matemática e tecnologia. Trata-se especialmente de gestão. E no mundo de hoje a gestão vem antes do capital. É também por isso que o MIT é uma inspiração para o atual impulso de inovação do Brasil ", destacou em seu discurso de abertura na MIT XV Latin America Conference.


(Image courtesy of ilamont.com on Flickr.)